Bem vindos!

Bem vindos ao maravilhoso mundo do coaching!
Coaching é acção acompanhada para rápidos resultados.


Questões sobre Life Coaching e marcação de sessões? Aqui

Pesquisa

 

TAGS/Temas

vários(344)

coaching(104)

resoluções ano novo(5)

comedores compulsivos anónimos(1)

televisão(1)

todas as tags

Nº Visitas

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008

Magra quer Engordar II

Olá
Tenho 19 anos e peso 45kg 1,62m (em média),
me acho muito magra e ja tomei algumas vitaminas para aumentar meu apetite "APEVITIN ",de inicio até funcionou mais depois voltou ao normal.Fico sempre entre 43 e 45kg sempre oscilando!!!O que aumenta meu DESESPERO...
Fiquei com medo de tomar outras coisas e meu peso disparar,digo isso porque as mulheres da minha familia nao são gordas (são magras) mais sao barrigudas... E o maior medo é esse,pois nao tenho barriga. :)
Eu uso 34 o que é horrivel pra mim porque é dificilimo achar uma calça,shorte então piorou,a saia tira totalmente minha bunda!!!Quando eu acho,é no sector de criança, mais fica horrivel por ser pequeno nas pernas.. =/
Não tenho tempo para fazer musculação,pois trabalho e faço faculdade.Chego muito tarde em casa. Só tenho tempo livre aos fins de semana... Malhando duas vezes na semana conseguiria ver algum resultado?? (sáb e dom) Existe alguma dieta alimentar para me ajudar?? Já mandaram eu tomar suplemento mas tenho medo, o que acha????
ESTOU DESESPERADAAAAAAAA...


Olá Sandra,
Para não me estar a repetir veja por favor aqui no Blog no tema "engordar" algumas dicas práticas. Espero que a ajude.
Adianto ainda o seguinte, sem moralismos, mas é mesmo uma mensagem do coração: apesar de querermos mudar, dificilmente conseguimos alterar muito a nossa natureza. Sendo assim, com o passar dos anos talvez consiga fazer paz com o que hoje faz guerra, e termine assim o "desespero" que descreve -- que no fundo é (sem se aperceber) fruto da sua escolha de querer ser quem não é. Entende?
Enquanto insistir em ser quem não é, uma escolha que pode alterar quando quiser mais paz interior, vai desesperar... (seja em que área for da sua vida).
Aliás, se eu escrevesse um manual de "Como Desesperar" eu diria exactamente para fazer o que está a fazer (eu própria claro que já passei por situações de querer ser diferente também: não adianta!). Um outro de "Como ser Feliz" indicaria para se aceitar como é e trabalhar a sua matéria prima da melhor maneira possível para si, com boa disposição e serenidade. A vida são dois dias, não passe um sequer a desesperar!
Ah, e nada de pensar que eu digo isto porque não sou magra demais ou gorda de mais, porque como disse, todos temos/tivemos áreas que "gostariamos que fossem diferentes" mas beneficiamos é na aprendizagem de nos aceitarmos como somos e a conhecer-nos, então, na versão feliz da nossa realidade. Como já tenho dito aqui, e repito: não podemos considerar ninguém às fatias como um bolo, e escolher as partes!
Votos de muitas amêndoas, pinhões, chocolate negro e azeite, e ainda mais aceitação e boa disposição!
Madalena Muñoz

 

TAGS/Temas:
Publicado por Madalena Munõz às 09:43
Link | Comentar | Adicionar aos favoritos
7 comentários:
De Carolina a 5 de Janeiro de 2009 às 11:09
Bom dia,

Via as suas respostas e dicas sobre o tema "engordar". Tenho 30 anos, 1,77, 4 filhos e peso 54kg . Tive o meu filhote há 3 meses e nos primeiros 15 dias, emagreci 20kg . Até hoje só consegui aumentar 1kg e continuo a amamentar em exclusivo. Sempre fui magra, mantendo o meu peso nos 57kg . Há 2 anos consegui, finalmente engordar e cheguei aos 67kg e estava muito feliz e saudável. Sempre tive a tensão baixa, pés e mãos sempre muito frios, constipava-me várias vezes por ano, etc... Quando engordei, deixei de ter todos estes sintomas. Em Janeiro só ano passado engravidei e só consegui engordar nos últimos 2 meses e cheguei aos 73kg . No inicio da gravidez, cheguei a perder 4kg.
A minha alimentação, nunca foi propriamente regrada, mas sempre prestei atenção em não fazer exageros.
Agora que amamento estou a comer que nem uma doida :(
Tomo um pequeno-almoço rico em hidratos de carbono; Faço um snack a meio da manhã; Almoço e como pão; lanche; jantar e ceia.
E apesar de comer imenso não consigo engordar e sinto-me cada vez menos saudável. Já não sei o que fazer.
Não desespero, até porque apesar de que voltei a ter os mesmo sintomas de antes, continuo relativamente saudável e tenho os meus filhotes lindos!
Pode dar-me uns conselhos? - Obrigada.
De Madalena Munõz a 5 de Janeiro de 2009 às 14:40
Querida Carolina, parabéns pelo 4ª filhote!
Sobre a sua alimentação, conta-me pouco para a poder ajudar concretamente. Como engordou antes? Tente repetir o que fez. Aqui no Blog tem algumas dicas, como já sabe. Mais:
Tente tomar as suas refeições sempre com gordura (amêndoas, castanhas do brasil, nozes; lácteos meio gordo ou gordos; azeite na confecção e tempero; peixe gordo; sementes como snack e em cima de saladas... etc.). É importante que coma várias vezes ao dia, sempre com uma fonte de gordura para aumentar quantidade de calorias que ingere.
Ingira ao pequeno almoço, almoço e jantar uma fonte rica em proteínas também: queijo fresco, queijo "normal", ovos, peixe, aves, leguminosas.
Ao pequeno almoço também deve juntar uma fonte de fibras e energia/hidratos de carbono: um pão integral saloio, flocos tipo Weetabix, flocos de aveia, etc. Nas outras refeições principais coma um pouco de massa, arroz, ou batata. Os legumes são imperativos todos os dias: no prato; sopa também se recomenda, temperadinha com azeite. Fruta recomendo ao pequeno almoço, meio da manhã e lanches; nestas duas mini refeições recomendo também lácteos ou alternativas de soja, tal como os iogurtes, e também podia misturar os frutos secos acima mencionados.
Se quiser pode sempre marcar uma consulta personalizada para uma plano alimentar adequado!
Espero ter ajudado,
Madalena Muñoz
De Carolina a 5 de Janeiro de 2009 às 16:56
Obrigada pelos seus conselhos... ainda não tinha experimentado frutos secos. Vou tentar alterar a alimentação mediante os seus conselhos. Relativamente a uma consulta, agradeço a disponibilidade e irei aceitar, mas acho que é melhor para quando deixar de amamentar.
Para ter uma ideia da minha alimentação, que é a mesma de há 2 anos:
Pequeno-almoço: Ovos, salsichas, pão, fiambre, paio, bacon, queijo e queijo fresco, leite com cevada. Vou alternando, por vezes cozido, outras frito/grelhado com azeite. Termino com uma peça de fruta.
Meio da manhã: Cerelac com leite ou duas sandes (manteiga, fiambre, queijo e paio).
Almoço: Como de tudo menos tomate e cebola crua... faço salada, sopa (variadas), massas com molhos, arroz (raramente branco), feijoadas, bifes com molhos, arroz de peixe/bacalhau, empadão, etc... Termino com uma peça de fruta ou bolo/doce.
Lanche: 1 iogurte, pão (manteiga, fiambre, queijo e paio) ou torradas. Também costumo fazer rabanadas com leite e ovo e recheada com queijo ou fiambre ou os dois.
Jantar: O mesmo do almoço, mas altero carne/peixe.
Ceia: Torradas e chá.
Tempero e cozinho com azeite, normalmente não uso margarina. Uso muito ervas aromáticas e temperos. E não sei se é relevante, mas tomo a pílula e normalmente as pessoas engordam, mas eu não. Estou sempre a petiscar... chocolates, sumos, leite, fruta... o meu marido até diz que eu constantemente como por 2! - O meu medo é com tantas gorduras e mais algumas, ainda arranje algum problema.
Agradeço mais uma vez o seu tempo e disponibilidade.
De Madalena Munõz a 8 de Janeiro de 2009 às 14:36
Grrrr acabei de apagar sem querer um texto longo para si... Não vou reescrever tudo mas resumir: coma menos bacon e afins e mais gorduras vegetais: sementes (misturas de pevides, s. de girassol, etc.), sementes de linhaça moídas em farinha (e depois refrigeradas), gérmen de trigo (nos iogurtes), oleaginosas (manteiga de amendoim ou amêdoa OK, misturas de pinhões, cajus, castanhas do brasil, etc.), azeite; e peixe gordo. Sabe os seus níveis de colesterol?
Cumprimentos saudáveis,
Madalena Muñoz
De pedro freitas a 8 de Setembro de 2009 às 12:24
Uma ajuda que apela ao conformismo?! Sim é possivel mudar, sim é possivel alcançar objectivos, o conformismo nunca ajudou ninguem a ser feliz, a felicidade vem da luta por aquilo que desejamos e achamos correcto. Nunca ninguem será feliz sem resolver seja qual fôr o problema que o assola. Meter a cabeça na areia nunca resolveu nada. Aumentar de peso requer preserverança e dedicação, é como um segundo trabalho, mas é possivel. È possivel deixar de fumar, é possivel deixar drogas e não é possivel engordar? EStudo medicina( e por isso sei algo sobre este tipo de temas) e sei que geneticamente é mais 100 vezes mais facil emagrecer do que engordar, mas com uma dienta adequada baseada em comer "REALMENTE" , numa base de 3 em 3 horas sem falhar nunca, não só é possivel como acontece sem sombra de duvida. A disciplina essa sim é dificil de manter porque normalmente as pessoas magras têm tendencia a manter-se com niveis baixos de gilcemia e nos primeiros tempos sentirse-ão "cheias" mas ao fim de 2 ou 3 meses os resultados são evidentes. Quanto à practica de ginasio ajudaria muitisssimo mas teria de ser numa base de dias intercalados e pelo que li não é possivel.Não me quero alongar mas achei a resposta bastante defraudante.
De Madalena Munõz a 10 de Setembro de 2009 às 18:24
Caro Pedro Freitas,

Obrigada pelo seu comentário. Não me devo ter explicado bem, ou então não me entendeu - de todo. Não sou a favor do conformismo (como resignação), nem do colocar a cabeça na areia. Nada disso. Sou a favor da ACEITAÇÃO, um conceito muito diferente e alcançada por poucos. Aceitação, na minha óptica, é "aprendermos a ficar OK apesar de..." (sermos magros demais, sermos baixos demais, sermos diabéticos, sermos de raça X ou Y, sermos julgados injustamente, enfim, o que quer que seja que não dê para modificar). E isso requer a dedicação e a perseverança a que se refere, e se já tentou aceitar alguma coisa que antes não aceitava, reconhecerá as vantagens inerentes. Mas eu também não disse que não seria possível engordar. Estou consigo quando diz ser "100 vezes" mais difícil engordar do que emagrecer. Portanto, sou realista, pois emagrecer - ou melhor manter o peso mais baixo - já é muito difícil!

Lamento julgar a minha opinião como o faz, e espero que não receba comentários, sobre o seu trabalho, dessa natureza - mas caso aconteça, que os saiba aceitar! Os meus leitores sabem que não estou a prestar este serviço há alguns anos, e gratuitamente, com posts "defraudantes".

Melhores cumprimentos e felicidades em medicina!

Madalena Muñoz
De kaliane a 24 de Setembro de 2011 às 02:10
Adorei suas dicas, servem para mim tbem, pois mim encontro na mesma situacao. Valeuuu. Bjos...

Comentar post

Perfil e Contactos

Madalena Muñoz
Life & Wellness Coach.



O meu Perfil aqui

O meu Email coaching@madalenamunoz.com

Posts recentes

Peso Pele Praia Prato: Pr...

Coaching para Emagrecer: ...

É preciso traduzir? É ist...

E mai nada. Fazer tempo p...

Aprenda a identificar o q...

Se nada muda, nada muda.....

Seja livre de escolher!

Não adianta obcecar: é be...

Quanto menos açucar comem...

Mas afinal quem é que man...

Arquivos

Maio 2015

Abril 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO